UOL Ciência e SaúdeUOL Ciência e Saúde
UOL BUSCA

04/02/2009 - 07h00

Excesso de peso, dieta inadequada e sedentarismo causam 30% dos casos de câncer

Da Redação
Nesta quarta-feira (4), Dia Mundial do Câncer, uma campanha global será lançada para alertar a população sobre a importância de se prevenir a obesidade e o sobrepeso na infância, importantes fatores de risco para a doença na idade adulta.

Estima-se que a alimentação inadequada, o sedentarismo e o excesso de peso sejam responsáveis por aproximadamente 30% dos casos de câncer nos países ocidentais, o que representa a segunda maior causa evitável de câncer, atrás apenas do tabagismo.

TIPOS DE CÂNCER QUE MAIS MATAM NO BRASIL Fonte: Instituto Nacional do Câncer
1) Pulmão, traquéia e brônquios1) Mama
2) Próstata2) Pulmão, traquéia e brônquios
3) Estômago3) Cólon, reto e ânus
4) Esôfago4) Cólo de útero
5) Cólon, reto e ânus5) Estômago
HomensMulheres
A iniciativa é da União Internacional de Controle do Câncer (UICC), em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, a divulgação do tema terá apoio do Instituto Nacional de Câncer (Inca), que é membro da UICC.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, pelo menos 2,6 milhões de pessoas morrem anualmente por causa do excesso de peso ou obesidade. A UICC. A campanha pretende alertar para a necessidade do equilíbrio entre a energia ingerida por meio da alimentação e a gasta com atividades físicas.

Orientações para os pais

Uma criança obesa tem chances até 30% maiores de se tornar um adulto obeso e o excesso de peso corporal em adultos é um fator de risco comprovado para câncer.

Segundo o Inca, há evidências de que o excesso de gordura corporal aumente o risco do desenvolvimento de vários tipos de câncer, como de endométrio, rim, vesícula, pâncreas, mama e intestino.

A primeira atitude que os pais podem tomar para prevenir a obesidade de seus filhos é alimentá-los somente por meio da amamentação até os seis meses de idade. Isso reduz em 13% as chances de a criança tornar-se obesa.

O Inca também ressalta que hábitos saudáveis adquiridos desde cedo têm forte impacto ao longo da vida. A escolha de um prato de comida colorida, com mais frutas, verduras e legumes, e menos gorduras, deve ser incentivada desde cedo. Além disso, os pais também devem estimular seus filhos a serem fisicamente ativos.

Obesidade no Brasil e no mundo

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 1,6 bilhão de adultos no mundo estão com excesso de peso e ao menos 400 milhões desses são obesos. As projeções indicam que em 2015 esses números subam para 3,3 bilhões e 700 milhões, respectivamente.

No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 40,6% da população está com excesso de peso e 11,1% dos brasileiros são obesos. Esse número representa praticamente o dobro da prevalência de obesidade observada em 1974, que era de 5,7%.

O Ministério da Saúde estabeleceu com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia) metas para a redução dos teores de gordura trans dos alimentos industrializados no país. Até o final de 2010, conforme os parâmetros recomendados pela OMS, as gorduras trans não podem ultrapassar 2% do total de gorduras que compõem os alimentos.
Mais
Vice-presidente foi submetido a quimioterapia pouco conhecida; entenda o procedimento
Nanotecnologia pode ajudar no combate ao câncer

Compare preços nas MELHORES LOJAS

- Carros Usados
- Adidas - Pen Drive - Notebook - Ar Condicionado

Hospedagem: UOL Host